quarta-feira, 29 de janeiro de 2014

A última vez que eu te vi...

Parecia irreal aquele tempo de moleza,sem notícias que chegasssem.
A terrinha invernada na solidão,que só acordava nos primeiros dias de verão.
O café do "Malfeito",o único do lugar,que nos fazia passar e parar...
Televisão ainda rara,que nos levava por aí,aquecia e esquecia a aldeia encostada ao mar.
Pacatez louca de um lugar apaixonado e inesquecivel...
O último dia em que eu te vi,foi ontem,já passou um ano,muitos longos anos,uma eternidade...
Tudo mudou,nada mudou desde esse tempo,desadequado.
Rua incontornável,que faz,fez parte de uma vida,um pedaço,um resto de nós naquele tempo.
A última vez que eu te vi, foi hoje também ao lembrar-me de ti.

O Mar...da Cova.

O Mar...da Cova.
Praia da cova...teu mar é imenso,tem muitas estórias para contar.Quando era criança quis alcançar o teu fim...nos meus pensamentos.O teu horizonte era a minha amante longínqua...As dunas a cama aonde um dia me iria deitar contigo...

Que dia é hoje?

Só existem dois dias no ano,em que nada se deve fazer.
Um chama-se ontem,e o outro amanhã.
Por isso hoje é o dia para amar,crer,fazer e principalmente viver...

Ponte dos Arcos...na Gala

Ponte dos Arcos...na Gala
Velha Ponte dos Arcos...Ponte da minha infãncia.Tua vida chegou ao fim...mas a tua imagem ficará sempre em mim.Olhas o rio,como quem olha o espelho da vida.Já viste alguém nascer...quem sabe!Não evitas-te que junto a ti alguém morresse.

Praia da Cova...

Praia da Cova...
O perfume do teu mar...é o presente,foi o passado e será o futuro da minha existência...